quarta-feira, 6 de maio de 2015

Navio Negreiro

Ponto de Umbanda




Navio Negreiro

Navio Negreiro no fundo do mar
Navio Negreiro no fundo do mar
Correntes pesadas arrastando na areia
A negra escrava se pos a cantar
A negra escrava se pos a cantar
Saravá minha Mãe Iemanjá
Saravá minha Mãe Iemanjá
Virou a caçamba de pro fundo do mar
Virou a caçamba de pro fundo do mar
Quem me salvou foi mãe Iemanjá
Quem me salvou foi mãe Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário